Páginas

sábado, 31 de dezembro de 2011

Feliz DAQUI PRA FRENTE !





Quem dera...
Nossas esperaças fossem renovadas
...todos os dias...
assim com são no dia 31.



~Luchesy~

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

10...esp...erança

Pensei em fazer um pedido, era Ano Novo...
Mas se tratando de gente, e de tempo... 
Nada precisa ser esperado, Nem desesperado.


~Luchesy~

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

o Vagalume e a Cobra








Conta a lenda que uma vez uma serpente começou a perseguir um vagalume.
Este fugia rápido, com medo da feroz predadora e a serpente nem pensava
em desistir.
Fugiu um dia e ela não desistia, dois dias e nada....
No terceiro dia, já sem forças o vagalume parou e disse à cobra:
- Posso lhe fazer uma pergunta?
- Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou te devorar
mesmo, pode perguntar.
- Pertenço a sua cadeia alimentar?
- Não.
- Eu te fiz algum mal?
- Não.
- Então, por que você quer acabar comigo?
- Porque não suporto ver você brilhar!
 
"Pense nisso e selecione as pessoas em quem confiar."

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Universo Corpo

Restos e Raspas não me interessam
Pedaços não me completam, eu sou Completa.
O Comum me enjoa.
Eu quero muito?

Eu quero o que não veio, 
mas que também saiba ser completo,
Para que possa me acompanhar.

Não sou meio amiga.
Não sou quase amor.
 Não dou passos pra traz.

Sozinha eu vou mais rápido.
Acompanhada vamos mais longe.
Na correria da vida...
eu só trocaria o correr rápido, por ir mais longe.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

IN - TENSA - MENTE


Para o que vivem as pessoas?
Para sentir falta de alguém?
Para apenas seguir vivendo?
Para viver mais tempo?
Ou para irem embora?

Para que vivem as pessoas?

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Esqueça o filtro solar...

 
... Se conseguir, ensine pra gente.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Desconhecidos

Eu, que me chamo o nome que minha mãe me deu, conheci uma garota que tinha o mesmo nome que seus pais deram a ela. Sua idade era só dela. A minha, um livro aberto e em branco. Ela tinha tudo, menos eu. Eu, tinha o contrário dela, menos ela. Seus cabelos, cor de alguma coisa parecida com outra. Cintura do jeito que eu gosto, meio sem jeito, que eu não sabia qual era. Braços compridos e curtos, de acordo com a situação. Pernas com joelhos, pés e dedos. Linda por fora e feia por vice-versa. Tinha futuro, passado, presente. E eu, ausente em tudo. Ela tinha um quê de não sei o que lá. E eu era o reverso. Deve ser por isso, com certeza, que a gente não deu muito certo. Só por isso e por um pouco mais de um monte de outras coisas que a gente nunca soube exatamente de nada. Só amou e desamou. 
.::

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Matriz


Sei que vão dizer que não adianta olhar
Pois acabou de passar dos 16
Mas olha só o jeito dela dançar
Seu tênis preto All-Star

Sem nem ligar se vão notar
Sorri e fecha os olhos, sabe que
É musa soberana nesse bar
Mas se você quer ser feliz

Confia em mim, me deixa te mostrar
Que de todas é a matriz
Menina singular capaz de transformar
Meu desenho em arte final

Olha só o seu perfume no ar
Maquiada com ar de quem sofreu
Por amor e não quer mais se entregar
Espera o tempo passar

E até já dizem por aí
Que ninguém vai conseguir se aproximar
Que o lápis no seu olho é pra afastar
Quem não quiser te ver feliz

Confia em mim, me deixa te mostrar
Que de todas é a matriz
Menina singular capaz de transformar
Meu desenho em arte final


Não há ninguém assim, me faça prometer
Você vai ser a mais feliz
Se confiar em mim
Deixar eu te mostrar
Que eu não sei viver sem você

Vou ficar até a festa acabar,
Só pra ver se ela vai
Olhar pra mim...!

Matriz - Ramirez
Malhação

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Sabedoria do Samurai.

Mortal Kombat Kenshi

Conta-se que, perto de Tóquio, capital do Japão, vivia um grande samurai.
Já muito idoso, ele agora se dedicava a ensinar o zen aos jovens. Apesar de sua idade, corria a lenda de que ainda era capaz de derrotar qualquer adversário.
Certa tarde, apareceu por ali um jovem guerreiro, conhecido por sua total falta de escrúpulos. Era famoso por usar a técnica da provocação.
Utilizando-se de suas habilidades para provocar, esperava que seu adversário fizesse o primeiro movimento e, dotado de inteligência e agilidade, contra-atacava com velocidade fulminante.
O jovem e impaciente guerreiro jamais havia perdido uma luta.
Assim que soube da reputação do velho samurai, propôs-se a não sair dali sem antes derrotá-lo e aumentar sua fama.
Todos os discípulos do samurai se manifestaram contra a ideia, mas o velho aceitou o desafio.
Foram todos para a praça da pequena cidade e diante dos olhares espantados, o jovem guerreiro começou a insultar o velho mestre.
Chutou algumas pedras em sua direção, cuspiu em seu rosto, gritou todos os insultos conhecidos, ofendendo inclusive seus ancestrais.
Durante horas fez tudo para provocá-lo, mas o velho permaneceu sereno e impassível.
No final da tarde, sentindo-se exausto e humilhado, o impetuoso guerreiro retirou-se.
Desapontados pelo fato de o mestre ter aceitado calado tantos insultos e provocações, os alunos perguntaram:
Como o senhor pôde suportar tanta indignidade?
Por que não usou sua espada, mesmo sabendo que podia perder a luta, ao invés de mostrar-se covarde diante de todos nós?
O sábio ancião olhou calmamente para os alunos e, fixando o olhar num deles lhe perguntou:
Se alguém chega até você com um presente e lhe oferece mas você não o aceita, com quem fica o presente?
Com quem tentou entregá-lo,
respondeu o discípulo.
Pois bem, o mesmo vale para qualquer outro tipo de provocação e também para a inveja, a raiva, e os insultos, disse o mestre.
Quando não são aceitos, continuam pertencendo a quem os carregava consigo.
Por essa razão, a sua paz interior depende exclusivamente de você. As pessoas não podem lhe tirar a calma, se você não o permitir. 



Ninguém pode lhe fazer sentir-se inferior sem a sua
permissão. ...

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Na ponta da língua... afiada

 


Certa vez, um sultão sonhou que havia perdido todos os dentes. Ele acordou assustado e mandou chamar um sábio para que interpretasse o sonho.
- Que desgraça, senhor! – exclamou o sábio – Cada dente caído representa a perda de um parente de vossa majestade!
- Mas que insolente – gritou o sultão. – como se atreve a dizer tal coisa?
Então, ele chamou os guardas e mandou que lhe dessem cem chicotadas. Mandou que chamassem outro sábio para interpretar o mesmo sonho. O outro sábio chegou e disse:
- Senhor, uma grande felicidade vos está reservada! O sonho indica que ireis viver mais que todos os vossos parentes!
A fisionomia do sultão se iluminou e ele mandou dar cem moedas de ouro ao sábio. Quando este saía do palácio um cortesão lhe perguntou:
- Como é possível? A interpretação que você fez foi a mesma do seu colega. No entanto, ele levou chicotadas, e você moedas de ouro!
- Lembre-se sempre – respondeu o sábio – tudo depende da maneira como se dizem as coisas...

domingo, 20 de novembro de 2011

Comunique Se... ou Comunique-se. (?)



Dois monges estavam atravessando um rio quando encontraram uma mulher muito bonita, que também desejava atravessá-lo, mas estava com muito medo. Um deles, então, resolveu carregá-la até a outra margem. O outro monge ficou indignado com seu amigo. Afinal, ele havia quebrado uma regra: a de que um monge nunca deve tocar uma mulher. Mas ele não disse nada, apenas engoliu sua raiva.
Quilômetros se passaram até chegarem ao mosteiro. O monge enraivecido se voltou para o primeiro e finalmente disse:
- Olhe, terei de falar ao mestre sobre o seu comportamento proibido.
- Do que você está falando? – perguntou o primeiro.
- Ora, do seu comportamento. Você esqueceu que tocou naquela mulher e a carregou nos braços?
O primeiro monge então riu e calmamente replicou.
- Sim, eu a carreguei, mas deixei lá na outra margem do rio, quilômetros atrás. Você, ao contrário a está carregando até aqui.

(Fonte: O que podemos aprender com os gansos – Alexandre Rangel)

terça-feira, 15 de novembro de 2011

domingo, 13 de novembro de 2011

Aqui é igual lá!

"Diz a lenda que havia um sábio sentado na entrada de uma cidade sendo esta a única entrada disponível para a cidade.
Surge um carro na estrada que parando ao lado do sábio este nota se tratar de uma família que possivelmente irá se mudar para a cidade, pois havia muita bagagem sobre o carro.
O motorista abaixa o vidro do carro e com um pouco de receio pergunta ao sábio:

_ Por favor, o senhor mora nesta cidade?

_ Moro sim, morei minha vida toda aqui!

_ O que o senhor poderia me falar da cidade, ela é boa?

_ Como era a cidade de onde vocês estão vindo? Questionou o sábio.

_ Ah, a cidade era muito boa, meus filhos iam bem na escola e tinham muitos amigos que irão sentir saudades. Minha esposa tinha amizade na vizinhança e sempre estávamos indo em festas e eventos sociais. No meu trabalho eu não tinha problemas com ninguém, as pessoas se respeitavam e eram companheiras. Meu chefe acreditou muito no meu potencial e somente por isto tivemos que mudar, pois ele quer que eu comece uma nova empresa nesta cidade! Só por isto mudamos, senão não iríamos mudar de jeito nenhum! A vida lá era muito boa!!
E o sábio com muita bondade responde:

_ Então..., aqui é igual lá!

E o carro arrancou em disparada para a nova cidade.

Passou algumas horas e outro veículo apareceu na estrada e da mesma maneira do anterior o carro parou ao lado do sábio e o motorista abaixando o vidro perguntou o sábio:

_ Por favor, o senhor conhece esta cidade?

_ Sim, moro aqui desde pequeno.

_ Então me diga, o que o senhor pensa da cidade, como ela é?

_ Como era a cidade de onde vocês estão vindo?

_ Era uma cidade difícil! Meus filhos não iam bem na escola, as professoras não sabiam ensinar direito, todas as outras crianças brigavam com eles, caçoavam deles! Minha mulher não era muito bem quista pelas outras vizinhas! Elas tinham muita inveja da minha esposa! No meu trabalho era um inferno, o chefe era um ignorante que não sabia fazer nada! Os colegas de trabalho eram invejosos também! Graças a Deus achamos um lugar novo para viver!

E o sábio com muita compaixão diz:

_ Então..., aqui é igual lá!"
A vida muda, quando Você muda.
O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos.
A maneira como você encara a vida é que faz toda diferença.

sábado, 12 de novembro de 2011

SORRIA VOCÊ ESTÁ SENDO FILMADO



Sorria você está sendo filmado… idolatrado ou enganado, amado ou roubado, o que seja, acontece todos os dias… aqui, ou em qualquer casa de família. em filas de um banco lotado cheio de gente imunda que no fundo não merecia, não merecia… somos todos iguais, normais… ou não. do céu ao chão, do melhor ao pior, em teoria… a morte e a vida em um só dia… somos todos parte da mesma massa, do mesmo todo… quem achou? quem ganhou? existiu um vencedor?!? estamos todos concorrendo… vencendo e perdendo. quem faz trás aqui o resultado… e quem esperou parado acabou ganhando o mesmo bucado… lavado… inacabado… e como diria a frase… já dizia a velha canção… o ditado… o legado… o fim … a multidão… todos juntos novamente para uma nova história um novo parágrafo de um conto de ninguém. palavras, frases, quem sabe um livro que em folhas soltas se vai perdido dentro de uma confusão… uma loucura sem altura, sem sentido, passando de mão em mão… até chegar a um lugar… longe bem longe… até onde sua imaginação puder ir… sonhar… sem ter medo de cair, rimar… vamos parar e alimentar os peixes porque felizes mesmo são eles… sabem quase apenas respirar, alienados ou não, cercados da mais pura água… e nós… hipócritas… não sabemos… não! não temos a mínima idéia do que isso seja ou signifique, mesmo assim procuramos explicar, exemplificar, aprovar ou reprovar, julgar, comprovar… a verdade e a mentira… a comida que alimenta, a piada que faz rir… a felicidade ou o que fez chorar… por magoa, emoção ou dor… pavor… o rapaz roeu as unhas até quase perder seus dedos. enquanto uma velha ria ao dar farelo aos pombos… os mesmos que sem conciência queimaram a pintura do seu carro novo com sua merda ácida… escura… que manchou, queimou um pedaço de suas idéias. as cores dessa praça já não são as mesmas cores… as peças desse tabuleiro agora começam a confundir seus jogadores… enquanto isso, uma cartola, um champagne caro e raro, uma gravata ou um cabide dependurado sem função em um escritório sujo com cheiro de café amargo dão apertos de mão e abraços falsos ao som de uma rádio que toca sempre as mesmas músicas e dá quase sempre as mesmas notícias… o mundo gira e o dia a dia parece mesmo ter o mesmo gosto… o cão preso há semanas roe o mesmo osso… uma pessoa corre, as pessoas não entendem e olham… param o que estavam fazendo… mas o que estavam fazendo? ninguém sabe… mas todos param… e olham… simplesmente olham… poderia ter sido você, poderia ter sido qualquer um de nós… vítimas de uma irresponsabilidade ou de uma desatenção… perdidos ou não… inconsequentes ou sabendo realmente o que estão fazendo… o sinal toca, é hora do recreio… a merenda é especial, hoje é dia de aniversário… por um momento todos esquecem o que já haviam lembrado e esquecido… aprendem algo novo e reaprendem algo que já sabiam… e no calendário uma nova semana e um mais um feriado! os trabalhadores pagam o preço da sua vida… o dinheiro amassado, o troco… as moedas que se juntaram para comprar um sonho… o papel empilhado para lhe servir de segurança… um mensageiro que lhe trouxe boas novas… esperança… informação que fez você conseguir limpar sua ferida, a informação que move, o segredo que esconde e o sangue que já não circula mais no coração… pode olhar agora, todos já colocaram suas máscaras e estão prontos para mais uma nova eleição… infeliz do morto sem parentes que amanheceu em uma noite sem estrelas… e um intelectual filosofando sobre as flores, seus desejos, uma razão ou qualquer incerteza… palavras repetidas colocadas a mesa. é só o que se ouve por aí! fechado, lacrado… o prazo de validade está vencido… produto, resultado… o fruto que é repartido na devida estação… não guarde seu pedaço para depois… aguarde sua chance, aperte o botão somente após o beep… agora já pode realizar o ato esperado… vá então e deixe que esse tempo lento que passa transforme tudo novamente. se preferir continue aí deitado, assistindo tudo pela televisão… os exercícios que você aprendeu, agora em nada lhe servirão! antes de apagar as luzes veja o que restou… fique calado, feche os olhos e vá embora! o download acabou! agora pare e sorria… você está sendo filmado…

by cabrazen

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Xícaras

http://alfredojunior.files.wordpress.com/2010/10/cafes.jpg

Um grupo de ex-alunos, todos muito bem estabelecidos profissionalmente, se reuniu para visitar um antigo professor da universidade. Em pouco tempo, a conversa girava em torno de queixas de estresse no trabalho e na vida como um todo.
Ao oferecer café aos seus convidados, o professor foi à cozinha e retornou com um grande bule e uma variedade de xícaras - de porcelana, plástico, vidro, cristal; algumas simples, outras caras, outras requintadas; dizendo a todos para se servirem.
Quando todos os estudantes estavam de xícaras em punho, o professor disse: se vocês repararem, pegaram todas as xícaras bonitas e caras, e deixaram as simples e baratas para trás. Uma vez que não é nada anormal que vocês queiram o melhor para si, isto é a fonte dos seus problemas e estresse. Vocês podem ter certeza de que a xícara em si não adiciona qualidade nenhuma ao café. Na maioria das vezes, são apenas mais caras e, algumas vezes, até ocultam o que estamos bebendo.
O que todos vocês realmente queriam era o café, não as xícaras, mas escolheram, conscientemente, as melhores xícaras... e então ficaram todos de olho nas xícaras uns dos outros.
Agora pensem nisso: a vida é o café, e os empregos, dinheiro e posição social são as xícaras. Elas são apenas ferramentas para sustentar e conter a vida... e o tipo de xícara que temos não define, nem altera, a qualidade de vida que vivemos... a nossa felicidade!
Às vezes, ao nos concentrarmos apenas na xícara, deixamos de saborear o café que Deus nos deu. Deus côa o café, não as xícaras...
Saboreie o seu café!

(Autor desconhecido)

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

EXIGÊNCIAS DA VIDA MODERNA



Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro.
E uma banana pelo potássio.
E também uma laranja pela vitamina C. Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes.
Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água. E uriná-los, o que consome o dobro do tempo.
Todos os dias deve-se tomar um Yakult pelos lactobacilos (que ninguém sabe bem o que é, mas que aos bilhões, ajudam a digestão). Cada dia uma Aspirina, previne infarto. Uma taça de vinho tinto também. Uma de vinho branco estabiliza o sistema nervoso. Um copo de cerveja, para... não lembro bem para o que, mas faz bem. O benefício adicional é que se você tomar tudo isso ao mesmo tempo e tiver um derrame, nem vai perceber.
Todos os dias deve-se comer fibra. Muita, muitíssima fibra. Fibra suficiente para fazer um pulôver.
Você deve fazer entre quatro e seis refeições leves diariamente. E nunca se esqueça de mastigar pelo menos cem vezes cada garfada. Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia...
E não esqueça de escovar os dentes depois de comer. Ou seja, você tem que escovar os dentes depois da maçã, da banana, da laranja, das seis refeições e enquanto tiver dentes, passar fio dental, massagear a gengiva, escovar a língua e bochechar com Plax. Melhor, inclusive, ampliar o banheiro e aproveitar para colocar um equipamento de som, porque entre a água, a fibra e os dentes, você vai passar ali várias horas por dia.
Há que se dormir oito horas por noite e trabalhar outras oito por dia, mais as cinco comendo são vinte e uma.
Sobram três, desde que você não pegue trânsito. As estatísticas comprovam que assistimos três horas de TV por dia. Menos você, porque todos os dias você vai caminhar ao menos meia hora (por experiência própria, após quinze minutos dê meia volta e comece a voltar, ou a meia hora vira uma).
E você deve cuidar das amizades, porque são como uma planta: devem ser regadas diariamente, o que me faz pensar em quem vai cuidar delas quando eu estiver viajando.
Deve-se estar bem informado também, lendo dois ou três jornais por dia para comparar as informações.
Ah! E o sexo! Todos os dias, tomando o cuidado de não se cair na rotina. Há que ser criativo, inovador para renovar a sedução. Isso leva tempo - e nem estou falando de sexo tântrico.
Também precisa sobrar tempo para varrer, passar, lavar roupa, pratos e espero que você não tenha um bichinho de estimação. Na minha conta são 29 horas por dia.
A única solução que me ocorre é fazer várias dessas coisas ao mesmo tempo! Por exemplo, tomar banho frio com a boca aberta, assim você toma água e escova os dentes. Chame os amigos junto com os seus pais. Beba o vinho, coma a maçã e a banana junto com a sua mulher... na sua cama.
Ainda bem que somos crescidinhos, senão ainda teria um Danoninho e se sobrarem 5 minutos, uma colherada de leite de magnésio.
Agora tenho que ir.
É o meio do dia, e depois da cerveja, do vinho e da maçã, tenho que ir ao banheiro.
E já que vou, levo um jornal... Tchau!
Viva a vida com bom humor!!!

Luís Fernando Veríssimo

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Pra não dizer que não ouvi as flores




Há quem goste do aroma
Há quem goste de suas cores
Há os que choram por saber que as flores têm espinhos
e Há os que comemoram por saber que os espinhos têm flores


De que modo você vê a vida?
Se podes amparar algum segredo
Ouça o que te dizem, simplesmente ouça...
Decifra: Não se abre uma flor com os dedos.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Máquinas de Felicidade... Eleições.

 Mais um ano de eleições esta chegando – desta vez, para eleger prefeitos e vereadores nas cidades de todo o país. A reação joga todas as fichas para limpar a sujeirada dos políticos oficiais vazada neste intervalo entre eleições e dar novo fôlego ao processo farsante.
Corrupção, desvio de dinheiro público, compras de voto, licitações fraudulentas, inocentação de criminosos... tudo isto está errado – dizem ...cinicamente os reacionários – mas a culpa é do povo que não sabe votar – complementam logo em seguida.
A propaganda oficial investe pesado em fazer passar a ilusão de que a eleição é um instrumento de mudança social além, é claro, de colocar uma vez mais a culpa das mazelas políticas sobre o povo brasileiro; inclusive, pasmem, a da roubalheira perpetrada pelos homens do Estado.
Direta e objetivamente podemos afirmar: 
1) as eleições não representam qualquer possibilidade de mudança; 
e 2) a corrupção no Estado independe de seus gestores; faz parte da própria natureza do Estado burguês-latifundiário.

ELEIÇÃO NÃO MUDA NADA
O que significam as eleições no Brasil? Presentemente a definição do novo nome que irá seguir a política ditada pelo imperialismo. O Brasil é um país que nunca conquistou a independência, sempre fora governado por outro país. Antes por Portugal e Inglaterra e agora pelo imperialismo, principalmente dos USA. O Estado Brasileiro é inteiramente submisso ao imperialismo e suas eleições constituem um processo corrupto onde prevalece a lógica do “ganha quem tem mais dinheiro”.
“Quem tem mais dinheiro” (ou quem recebe mais) é aquele que oferece mais conforto aos imperialistas na tarefa de aprovar e desenvolver as políticas antinação, que legalizam e facilitam a rapina de nossas riquezas pelas potências estrangeiras, e antipovo, que retiram cada vez mais direito dos trabalhadores e avançam na criminalização da pobreza – tudo para garantir melhores condições de exploração para as classes dominantes e combater a luta popular que cresce no país.
Mesmo sendo eleições de âmbito municipal é isto que está em jogo. Trata-se de escolher qual representante das classes dominantes vai assumir o cargo para continuar a opressão e exploração sobre as massas populares.
As eleições na semicolônia Brasil constituem, portanto, um jogo de cartas marcadas. Uma farsa. O programa de prefeitura a ser aplicado será o elaborado nos escritórios do imperialismo, principalmente dos USA. Por um ou outro meio, é isto que está assegurado.

A CORRUPÇÃO É INERENTE A ESTE ESTADO
Dizer que ‘a culpa da corrupção é dos eleitores que votam mal’ é, além de errado, uma afirmação cara-de-pau. A campanha da Justiça eleitoral está cada vez mais apelativa em suas disparatadas.
Além de tentar seduzir o eleitor neste discursozinho do “voto consciente” esta propaganda encobre que a corrupção é inerente a este sistema de governo, tentando fazer crer que a corrupção depende de tal ou qual candidato (é lógico que estes têm culpa, afinal ninguém os obriga a ser candidatos).
A verdade, porém, é que o próprio Estado Brasileiro, burguês-latifundiário e pró-imperialista, é corrupto por natureza – necessariamente. Para garantir os privilégios às classes dominantes a corrupção percorre o Estado dos pés à cabeça, passando pelo legislativo, judiciário até o executivo e todas instituições do Estado (Exército, Polícia, prisões etc.)
Esta é a forma que permite às classes dominantes encobrir todos os seus crimes e seguir governando com direitos e sem deveres, usufruindo de infinitos privilégios. Por exemplo, como o Estado reconhece a terra do latifundiário, roubada por excelência? Através da corrupção – é só pagar alta quantia em um cartório e a terra é registrada. Como o Estado absolve os verdadeiros bandidos deste país, como no caso recente do banqueiro Daniel Dantas? Através de corrupção – como o assessor dele disse na gravação: ‘Dantas está preocupado com a primeira instância’ “uma vez que no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF) ele resolveria tudo com facilidade". Como favorece grandes empresas em licitações? Através de corrupção – paga-se ou pressiona-se os responsáveis e a fraude está garantida. O sistema burocrático-capitalista e semifeudal no Brasil e em outros países funciona desta maneira: ou compra-se votos e aprova-se no Congresso suas leis, ou, em outros casos, paga-se diretamente a um punhado de pessoas responsáveis, normalmente “indicados”, “nomeados”, “conhecidos” (...) e se tem os interesses garantidos.
Acaso alguém já viu um grande parlamentar preso? Um banqueiro, industrial ou latifundiário pagando por seus crimes? E, como isto pode ser sempre garantido? Através de um sistema que seja regido pela corrupção.

Assim, pois, estão desmentidas duas grandes asneiras divulgadas pelo monopólio de comunicação. Querem convencer que a eleição é instrumento de mudança, pois assim se freia a luta popular, desvia-se o povo da luta revolucionária – única forma real de transformação. E têm a necessidade de passar a corrupção como algo isolado, para dar oxigênio ao seu sistema podre e corrupto até a medula que sustenta esta sociedade de exploração e opressão das amplas massas populares.
 
ELEIÇÃO, NÃO! REVOLUÇÃO, SIM!
Não votar significa dar menos legitimidade ao processo farsante das eleições. Representa retirar o respaldo com que os representantes das classes dominantes vão assumir seus cargos rendosos. Com mais ou menos votos é fato que ocuparão seus cargos; a diferença, com o boicote das eleições, é que terão menos legitimidade para aplicar medidas contra o povo, em nome do próprio povo – como dizem.
Do ponto de vista do povo, o Estado Brasileiro não necessita ser reformado, embelezado nem ter o nome de seus dirigentes trocados. O Estado é o instrumento das classes dominantes para assegurar seu domínio. Um Estado erigido para assegurar a transferência de riquezas a outros países, para manter a exploração da imensa maioria por uma minoria, em última instância, para garantir democracia para os opressores e ditadura para os oprimidos, precisa ser atirado na tumba, pois não tem nada que presta! Sua estrutura foi plasmada para servir à injustiça e à desigualdade.
O único caminho para a solução dos problemas do povo é a Revolução. É necessário destruir a máquina do Estado, este “instrumento de exploração da classe oprimida” (Lênin em O Estado e a Revolução) e construir um novo Estado, que expresse em forma e conteúdo uma verdadeira democracia.
O processo revolucionário é necessariamente longo. Não se quebra o aparelho do velho Estado da noite pro dia. Tampouco se constrói um novo Estado tão rápido. Por isso afirmamos que a Revolução é um processo prolongado, vivo, diário, de destruição do velho e edificação do novo.
 
A REVOLUÇÃO BRASILEIRA
As condições particulares do Brasil apontam que o problema mais grave se concentra no campo, no monopólio da terra por um punhado de latifundiários, de um lado, e, por outro lado, nas milhões de famílias camponesas que têm pouca ou nenhuma terra para viver.
Este é, hoje, o problema principal do país. Todos os demais problemas (domínio estrangeiro, desemprego, exploração, habitação, etc.) se sustentam nesta estrutura fundiária arcaica. Por isso a Revolução Brasileira é uma Revolução Democrática, que inicia pela democratização da terra, para então cumprir as demais tarefas democráticas e passar diretamente ao Socialismo.
A democratização da terra só é possível hoje através de uma Revolução Agrária, já em desenvolvimento no país, que toma a terra roubada dos latifundiários, corta-a e entrega os lotes para os camponeses pobres. Além de ir destruindo passa a passo o sistema latifundiário, os camponeses estabelecem em cada área o seu poder político. Criam formas próprias para governarem cada local. É a destruição gradual do velho poder e a construção de embriões de um Novo Poder, do Poder Popular. É a Revolução Democrática em curso.
Este Novo Estado, que já tem suas sementes espalhadas pelo Brasil, vai se erigindo no curso da Revolução e diferentemente do velho Estado burguês-latifundiário, serve para garantir uma Nova Democracia, uma sociedade justa, sem a exploração do homem pelo homem. Um novo Estado, com caráter das classes hoje oprimidas e exploradas, que formam a maioria da população, não necessita assegurar privilégios a uma minoria exploradora (que já não existe), nem aos indivíduos que ocupam cargos nele e, portanto, não funciona via corrupção, fraudes e mentiras.

Aos comprometidos realmente com a transformação da sociedade, fica a tarefa de organizar e politizar as pessoas de nosso povo para rechaçarem a via eleitoral e engrossarem a luta revolucionária pela tomada do Poder.
Não Votar! Viva a Revolução Agrária!
Eleição é farsa! Rebelar-se é justo!
Ver más

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Enquanto vocês ficavam achando um culpado eu já descobri a solução.

Apontando o dedo
Vemos diariamente muitos problemas, muitos culpados e pouca solução. Acredito que a grande maioria da população não faz ideia do significado de “aprender com o erro dos outros” ou “estudar o passado para não repetir os erros no futuro“.

Que existe algum culpado, isso não há o que mudar, mas uma coisa que me preocupa, e que vejo isso em todos os níveis da sociedade, é que achar o culpado é o suficiente para termos uma solução.
Estamos apontando o dedo para a pessoa sem perceber que temos quatro em nossa direção – Faça o teste aponte um dedo para frente e os outros ficam para você.

domingo, 6 de novembro de 2011

Eu os condeno: Marido&Mulher



Minha mulher e eu temos o segredo para fazer um casamento durar:
Duas vezes por semana, vamos a um ótimo restaurante, com uma comida gostosa, uma boa bebida e um bom companheirismo. Ela vai às terças-feiras e eu, às quintas.
Nós também dormimos em camas separadas: a dela é em Fortaleza e a minha, em SP.
Eu levo minha mulher a todos os lugares, mas ela sempre acha o caminho de volta.
Perguntei a ela onde ela gostaria de ir no nosso aniversário de casamento, "em algum lugar que eu não tenha ido há muito tempo!" ela disse. Então, sugeri a cozinha.
Nós sempre andamos de mãos dadas...
Se eu soltar, ela vai às compras!
Ela tem um liquidificador, uma torradeira e uma máquina de fazer pão, tudo elétrico.
Então, ela disse: "nós temos muitos aparelhos, mas não temos lugar pra sentar".
Daí, comprei pra ela uma cadeira elétrica.
Lembrem-se: o casamento é a causa número 1 para o divórcio. Estatisticamente, 100 % dos divórcios começam com o casamento. Eu me casei com a "senhora certa".
Só não sabia que o primeiro nome dela era "sempre".
Já faz 18 meses que não falo com minha esposa. É que não gosto de interrompê-la.
Mas, tenho que admitir: a nossa última briga foi culpa minha.
Ela perguntou: "O que tem na TV?"
E eu disse: "Poeira".

Luís Fernando Veríssimo

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Se um cachorro fosse o seu professor, você aprenderia coisas assim:


*Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro.
*Nunca perca uma oportunidade de ir passear.
*Permita-se experimentar o ar fresco do vento no seu rosto.
*Mostre aos outros que estão invadindo o seu território.
*Tire uma sonequinha no meio do dia e espreguice antes de levantar.
*Corra, pule e brinque todos os dias.
*Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem.
*Não morda quando um simples rosnado resolve a situação.
*Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e deite debaixo da sombra de uma árvore.
*Quando você estiver feliz, dance e balance todo o seu corpo.
*Não importa quantas vezes o outro te magoa, não se sinta culpado...volte e faça as pazes novamente.
*Aproveite o prazer de uma longa caminhada.
*Se alimente com gosto e entusiasmo.
*Coma só o suficiente.
*Seja leal.

domingo, 16 de outubro de 2011

O ELEFANTE ACORRENTADO

 

              
            Você já observou elefante no circo? Durante o espetáculo, o enorme animal faz demonstrações de força descomunais. Mas, antes de entrar em cena, permanece preso, quieto, contido somente por uma corrente que aprisiona uma de suas patas a uma pequena estaca cravada no solo. A estaca é só um pequeno pedaço de madeira. E, ainda que a corrente fosse grossa, parece óbvio que ele, capaz de derrubar uma árvore com sua própria força, poderia, com facilidade, arrancá-la do solo e fugir.
Que mistério! Por que o elefante não foge?
Há alguns anos descobri que, por sorte minha, alguém havia sido bastante sábio para encontrar a resposta: o elefante do circo não escapa porque foi preso à estaca ainda muito pequeno. Fechei os olhos e imaginei o pequeno recém-nascido preso: naquele momento, o elefantinho puxou, forçou, tentando se soltar. E, apesar de todo o esforço, não pôde sair. A estaca era muito pesada para ele. E o elefantinho tentava, tentava e nada. Até que um dia, cansado, aceitou o seu destino: ficar amarrado na estaca, balançando o corpo de lá para cá, eternamente, esperando a hora de entrar no espetáculo.

Então, aquele elefante enorme não se solta porque acredita que não pode. Para que ele consiga quebrar os grilhões é necessário que ocorra algo fora do comum, como um incêndio por exemplo. O medo do fogo faria com que o elefante em desespero quebrasse a corrente e fugisse.

redeIsso muitas vezes acontece conosco! Vivemos acreditando em um montão de coisas “que não podemos ter”, “que não podemos ser”, “que não vamos conseguir", simplesmente porque, quando éramos crianças e inexperientes, algo não deu certo ou ouvimos tantos “nãos” que “a corrente da estaca” ficou gravada na nossa memória com tanta força que perdemos a criatividade e aceitamos o “sempre foi assim”.

Poderia dizer que o fogo para nós seria: a perda de um emprego, doença de alguém próximo sem que tivéssemos dinheiro para fazer o tratamento, ou seja, algo muito grave que nos fizesse sair da zona de conforto.

A única maneira de tentar de novo é não ter medo de enfrentar as barreiras, colocar muita coragem no coração e não ter receio de arrebentar as correntes! Não espere que o seu "circo" pegue fogo para começar a se movimentar. Vá em frente!

Autor desconhecido

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

20 dicas de sucesso



 
01 Elogie três pessoas por dia
02 Tenha um aperto de mão firme
03 Olhe as pessoas nos olhos
... 04 Gaste menos do que ganha
05 Saiba perdoar a si e aos outros
06 Trate os outros como gostaria de ser tratado
07 Faça novos amigos
08 saiba guardar segredos
09 Não adie uma alegria
10 Surpreenda aqueles que você ama com presentes inesperados
11 Sorria
12 Aceite sempre uma mão estendida
13 Pague suas contas em dia
14 Não reze pra pedir coisa, reze para agradecer e pedir sabedoria e coragem
15 Dê às pessoas uma segunda chance
16 Não tome uma decisão quando estiver cansado ou nervoso
17 Respeite todas as coisa vivas, especialmente as indefesas
18 Doe o melhor de si no seu trabalho
19 Seja humilde, principalmente nas vitórias
20 Jamais prive uma pessoa de esperança
.PODE SER QUE ELA SÓ TENHA ISSO.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Gansos e Equipe


Quando você vê gansos voando em formação “V”, pode ficar curioso quanto às razões pelas quais eles escolhem voar dessa forma.A seguir, algumas descobertas feitas pelos cientistas:

1º Fato: À medida que cada ave bate suas asas, ela cria uma sustentação para a ave seguinte. Voando em formação “V”, o grupo inteiro consegue voar pelo menos 71% a mais do que cada ave voasse isoladamente.

Verdade: Pessoas que compartilham uma direção comum e um senso de equipe chega ao seu destino mais depressa e facilmente porque elas se apóiam na confiança uma das outras.


2º Fato: Sempre que um ganso sai fora de formação, ele repentinamente sente a resistência e o arrasto de tentar voar só, e de imediato, retorna à formação para tirar vantagem do poder de sustentação da ave à sua frente.

Verdade: Existe força, poder e segurança em grupo quando se viaja na mesma de direção com pessoas que compartilham um objetivo comum.


3º Fato: Quando o ganso líder se cansa, ele reveza, indo para a traseira do “V”, enquanto um outro assume a ponta.

Verdade: É necessário o revezamento quando se necessita fazer um trabalho árduo.


4º Fato: Os gansos de trás grasnam para encorajar os da frente a manterem o ritmo e a velocidade.

Verdade: Todos necessitam ser reforçados com o apoio ativo e encorajamento dos companheiros.


5º Fato: Quando um ganso adoece ou se fere e deixa o grupo, dois outros gansos saem da formação e o seguem para ajudar e proteger.Eles o acompanham até a solução do problema e então, reiniciam a jornada os três, ou juntam-se a outra formação até encontrarem o seu grupo original.

Verdade: A solidariedade nas dificuldades é imprescindível em qualquer situação.


PARA O BEM DO GRUPO, É FUNDAMANTAL SER UM GANSO VOANDO EM “V”.VAMOS PROCURAR NOS LEMBRAR MAIS FREQUENTEMENTE DE DAR UM “GRASNADO” DE ENCORAJAMENTO E NOS APOIAR UNS NOS OUTROS COM AMIZADE.

autor desconhecido

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Merilyn Monroe





"Nao me alimento de 'quases', nao me contento com a metade! nunca serei sua meio amiga, ou seu meio amor.. é tudo ou nada."

"Sou egoísta, impaciente e um pouco insegura. Cometo erros, sou um pouco fora do controle e às vezes difícil de lidar, mas se você não sabe lidar com o meu pior, então com certeza, você não merece o meu melhor!"

"Uma garota sábia beija mas não ama, escuta mas não acredita e parte antes de ser abandonada."

"Mulheres comportadas, raramente fazem historia"

"A imperfeição é bela, a loucura é genial e é melhor ser absolutamente ridículo que absolutamente chato."

"Eu estou bonita, mas não sou bela.
Tenho pecados, mas não sou o diabo.
Sou boa, mas não um anjo."

"Sem preferências físicas ou de números. Não está faltando homem, está faltando amor."

"Se você conseguer fazer uma garota rir, você consegue fazer ela fazer qualquer coisa"

"Nunca falhei com ninguém em quem eu acreditasse."

"Qualquer coisa que mereça ser possuída, merece ser esperada."

“Apenas duas gotinhas de Chanel nº5.” – (em resposta provocante a um jornalista que quis saber o que ela usava para dormir, em 1955)

"Eu tenho fantasias demais para ser uma dona de casa. Acredito que eu sou uma fantasia."

"Uma garota só precisa de um garoto que possa ser homem o bastante para prová-la que nem todos os homens são iguais."

"Eu acredito que tudo acontece por uma razão. 
As pessoas mudam para que você possa aprender a viver sem elas, as coisas dão errado para que você possa apreciá-los quando eles dão certo. 
Você acredita numa mentira pra você aprender a não confiar em ninguém além de você mesmo. 
E as vezes as coisas boas desmoronam para coisas melhores acontecerem."

terça-feira, 12 de julho de 2011

Fazer Acontecer!

 


Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho, sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes. Da mesma forma, se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá que se dedicar a isso, superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com eles, deixar de lado o orgulho e o comodismo. Se quiser um casamento gratificante, terá que investir tempo, energia e sentimentos nesse objetivo.

O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem. Mas, para obter um resultado diferente da maioria, você tem que ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados. Não se compare à maioria, pois, infelizmente ela não é modelo de sucesso. Se você quiser atingir uma meta especial, terá que estudar no horário em que os outros estão se divertindo. Terá de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão. Terá de trabalhar enquanto os outros tomam sol à beira da piscina.

A realização de um sonho depende de dedicação. Sonhar nos motiva; Sonhar nos direciona; Sonhar faz a vida ter sentido; Sonhar faz a vida ter sabor; Sonhar nos dá um senso de propósito; Sonhar faz parte da nossa condição humana. Através dos sonhos gerados no coração de homens e mulheres, Deus pode promover grandes mudanças.

Há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica, mas toda mágica é ilusão, e a ilusão não tira ninguém de onde está. Em verdade, a ilusão é combustível dos perdedores.

· Quem quer fazer alguma coisa, dá um jeito.
· Quem não quer fazer nada, dá uma desculpa.
     - É fato. Não adianta ficar inventando desculpas pra si mesma para justificar o ato (ou a falta dele) de outra pessoa.
    - Ah, mas ele deve ter pego trânsito, o celular não pega onde ele está, não respondeu a mensagem porque estava muito ocupado, ele trabalha muito, Ei, para de se enganar, ok? O fato é que ele NÃO quis e ponto final.

Quando queremos, de verdade, sempre arrumamos um jeito. Viramos o mundo de ponta cabeça para trocar o plantão, colocamos o chip no celular do amigo quando ficamos sem bateria, pagamos o dobro para pegarmos um táxi e chegar à tempo, atravessamos a cidade para conseguirmos pegar o último ônibus que já estava com o motor ligado, deixamos para trás a festa de aniversário do melhor amigo, pedimos dinheiro emprestado até para quem não gosta da gente.

Quando você QUER, você FAZ acontecer. E faça mesmo!
É muito bom quando a gente quer muito uma coisa e temos que virar o mundo pra baixo para conseguir, porque a satisfação de estar alí, dentro daquele último ônibus que você só conseguiu pegar porque saiu correndo com o salto alto na mão, é única, merecedora de um espaço em alguma cena da novela das oito.

Agora quando você NÃO quiser, o melhor a fazer é simplesmente falar que NÃO QUER, A sinceridade, é uma virtude. Em vez de você ficar inventando um milhão de desculpas, nada melhor do que dizer que simplesmente não está afim. É mais BONITO.



NÓS PERTENCEMOS A UMA GERAÇÃO DE VENCEDORES.
Todos podem duvidar do seu sucesso, menos você!
Você nasceu para vencer. Dê um jeito de ser um vencedor. 

sábado, 9 de julho de 2011

E VIVA O PRIMEIRO DIA DO RESTO DA MINHA VIDA

Hoje eu venho falar sobre a força que me empurrava ao encontro dos meus objetivos e que não me deixou desistir nem que demorasse mais dez ou vinte anos e eu persistiria. Afinal, pessoas determinadas fixam seus olhares em seus objetivos; enquanto perdedores concentram seus olhares nos obstáculos. Eu sabia que tinha a capacidade de me entregar à realização do meu objetivo porem dessa vez teria que fazer diferente. 
Precisaria de um método que é fundamentál para chegar ao sucesso. Sabia também que a jornada seria longa e que preciso ter disciplina para seguir o mesmo objetivo todos os dias. Difícil... mas nem tanto, Método 5 "des" me lembra aquela força que faz agente acordar bem cedo na roça e caminhar até a capital em busca de uma vida melhor.

5 "D"
Determinação
Dedicação
Desprendimento, 
Disciplina
Disponibilidade

quinta-feira, 16 de junho de 2011

o MONGE e o ESCORPIÃO

Monge e discípulos iam por uma estrada e, quando passavam por uma ponte, viram um escorpião sendo arrastado pelas águas. O monge correu pela margem do rio, meteu-se na água e tomou o bichinho na mão. Quando o trazia para fora, o bichinho o picou e, devido à dor, o homem deixou-o cair novamente no rio.
Foi então a margem tomou um ramo de árvore, adiantou-se outra vez a correr pela margem, entrou no rio, colheu o escorpião e o salvou. Voltou o monge e juntou-se aos discípulos na estrada. Eles haviam assistido à cena e o receberam perplexos e penalizados.
- Mestre, deve estar doendo muito! Porque foi salvar esse bicho ruim e venenoso? Que se afogasse! Seria um a menos! Veja como ele respondeu à sua ajuda! Picou a mão que o salvara! Não merecia sua compaixão!
O monge ouviu tranqüilamente os comentários e respondeu:
- Ele agiu conforme sua natureza, e eu de acordo com a minha.

Esta parábola nos faz refletir a forma de melhor compreender e aceitar as pessoas com que nos relacionamos. Não podemos e nem temos o direito de mudar o outro, mas podemos melhorar nossas próprias reações e atitudes, sabendo que cada um dá o que tem e o que pode. Devemos fazer a nossa parte com muito amor e respeito ao próximo. Cada qual conforme sua natureza, e não conforme a do outro.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

os 3 LEÕES

"Eis que temos por felizes os que perseveraram firmes" (Tiago 5:11)
Numa determinada floresta havia 3 leões.
Um dia o macaco, representante eleito dos animais súditos, fez uma reunião com toda a bicharada da floresta e disse:
- Nós, os animais, sabemos que o leão é o rei dos animais, mas há uma dúvida no ar: existem 3 leões fortes.
Ora, a qual deles nós devemos prestar homenagem? Quem, dentre eles, deverá ser o nosso rei?
Os 3 leões souberam da reunião e comentaram entre si:
- É verdade, a preocupação da bicharada faz sentido, uma floresta não pode ter 3 reis, precisamos saber qual de nós será o escolhido.
Mas como descobrir ?
Essa era a grande questão: lutar entre si eles não queriam, pois eram muito amigos. O impasse estava formado.
De novo, todos os animais se reuniram para discutir uma solução para o caso.
Depois de usarem técnicas de reuniões do tipo brainstorming, etc...eles tiveram uma idéia excelente.
O macaco se encontrou com os 3 felinos e contou o que eles decidiram:
- Bem, senhores leões, encontramos uma solução desafiadora para o problema.
A solução está na Montanha Difícil.
- Montanha Difícil ? Como assim ?
- É simples, ponderou o macaco.
Decidimos que vocês 3 deverão escalar a Montanha Difícil.
O que atingir o pico primeiro será consagrado o rei dos reis.
A Montanha Difícil era a mais alta entre todas naquela imensa floresta.
O desafio foi aceito.
No dia combinado, milhares de animais cercaram a Montanha para assistir a grande escalada.
O primeiro tentou. Não conseguiu. Foi derrotado.
O segundo tentou. Não conseguiu. Foi derrotado.
O terceiro tentou. Não conseguiu. Foi derrotado.
Os animais estavam curiosos e impacientes, afinal, qual deles seria o rei, uma vez que os 3 foram derrotados?
Foi nesse momento que uma águia sábia, idosa na idade e grande em sabedoria, pediu a palavra:
- Eu sei quem deve ser o rei!!! Todos os animais fizeram um silêncio de grande expectativa.
- A senhora sabe, mas como? todos gritaram para a Águia.
- É simples, confessou a sábia águia, eu estava voando entre eles, bem de perto e, quando eles voltaram fracassados para o vale, eu escutei o que cada um deles disse para a montanha.
O primeiro leão disse: - Montanha, você me venceu!
O segundo leão disse: - Montanha, você me venceu!
O terceiro leão também disse: - Montanha, você me venceu, por enquanto! Mas você, montanha, já atingiu seu tamanho final, e eu ainda estou crescendo.
- A diferença, - completou a águia, - é que o terceiro leão teve uma atitude de vencedor diante da derrota e quem pensa assim é maior que seu problema: É rei de si mesmo.
Os animais da floresta aplaudiram entusiasticamente ao terceiro leão que foi coroado rei entre os reis.
MORAL DA HISTÓRIA:
A Montanha das Dificuldades tem tamanho fixo, limitado.
E você? 
Não importa o tamanho de seus problemas ou dificuldades que você tenha; seus problemas, pelo menos na maioria das vezes, já atingiram o clímax, já estão no nível máximo.
Você ainda não chegou ao limite de seu potencial e performance.
Você ainda está crescendo.
Você é maior que todos os seus problemas juntos.
Ou não?

terça-feira, 14 de junho de 2011

- Renovação das Águias -


  1. A águia é a ave que possui a maior longevidade da espécie... Chega a viver 70 anos !
  2. Mas para chegar a essa idade, aos 40 anos ela tem que tomar uma séria e difícil decisão...
  3. Aos 40 anos ela está com as unhas compridas e flexíveis e não consegue mais agarrar as presas das quais se alimenta...
  4. O bico alongado e pontiagudo se curva.
  5. Apontando contra o peito estão as asas envelhecidas e pesadas em função da grossura das penas... Voar já é precário e muito difícil !
    • Então a águia só tem duas alternativas:
    • Morrer
    • Enfrentar um dolorido processo de renovação
    • que irá durar 150 dias.
  6. Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e se recolher em um ninho próximo a um paredão onde ela não necessite voar.
  7. Então, após encontrar esse lugar, a águia começa a bater com o bico em uma parede até conseguir arrancá-lo. Após arrancá-lo, espera nascer um novo bico, com o qual vai arrancar suas unhas depois. Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas. E só após cinco meses sai para o famoso vôo de renovação e para viver então mais 30 anos...
  8. Em nossa vida, muitas vezes, temos de nos resguardar por algum tempo e começar um processo de renovação. Para que continuemos a voar um vôo de vitória, devemos nos desprender de lembranças, costumes e outras tradições que nos causaram dor. Somente livres do peso do passado, poderemos aproveitar o resultado valioso que uma renovação sempre traz.